Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

02 de Fevereiro de 2012, 12:35

Rua Sésamo

Encontrámos o Poupas

Antes de a Rua Sésamo começar, em 1989, foi preciso encontrar bonecreiros para as personagens feitas em Portugal. Na altura, Luís Velez era bailarino e estava no terceiro ano da Escola Superior de Dança. O trabalho era fisicamente complexo, mas Luís “estava em forma” e acabou mesmo por ser o escolhido.

A Rua Sésamo durou até 1994 e é ainda hoje considerada umas das maiores produções televisivas feitas em Portugal. Quando acabou, quem “vestia” as personagens também as despiu.

Mas aquele que um dia foi Poupas nunca deixou os mais pequenos. “O meu mundo são as crianças”, diz Luís Velez, hoje professor de alunos em idade pré-escolar, precisamente o mesmo público-alvo da Rua Sésamo.

Os tempos do pássaro que aproveitava a ingenuidade e alguma trapalhice para fazer passar lições aos mais novos são hoje recordados por Luís com nostalgia. E o Poupas também lhe deu uma lição, já que Luis usa nas suas aulas a mesma estratégia para ensinar os alunos.

SAPO

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade