Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

16 de Julho de 2008, 15:14

Literatura: 422 originais concorrem ao Prémio LeYa

O anúncio do vencedor será feito durante a Feira do Livro de Frankfurt, que se realiza de 15 a 19 de Outubro, "para lhe dar a necessária dimensão internacional", afirmou à Lusa Isaías Gomes Teixeira, administrador-delegado do LeYa.

O júri do Prémio será presidido pelo poeta Manuel Alegre, e integra ainda o poeta Nuno Júdice, o professor universitário José Carlos Seabra Pereira (Portugal), o professor Lourenço do Rosário (Moçambique), a professora Rita Chaves, o escritor e jornalista Carlos Heitor Cony (Brasil) e o escritor Pepetela (Angola).

Ao Prémio, segundo o regulamento, podem concorrer "todos os escritores, independentemente da sua nacionalidade, desde que o façam com obras inéditas que se enquadrem no conceito geralmente aceite de romance e que não tenham sido premiadas em nenhum outro concurso".

O prazo de entrega dos originais, enviados sob pseudónimo, terminou terça-feira.

Dos 422 originais que deram entrada, dez serão escolhidos por uma comissão "nomeada pela LeYa" que apresentará ao júri o respectivo relatório de cada uma das obras.

Deste grupo de semi-finalistas será escolhido o vencedor, podendo "o júri considerar qualquer outra obra ou obras concorrentes detentoras de mérito literário relevante e propor à Leya a atribuição do Prémio LeYa 2008 - Finalista", que terá um valor pecuniário de 25.000 euros.

Ao instituir este Prémio, a LeYa tem como "objectivo apoiar os autores que escrevem em Português e contribuir para a sua maior difusão na área geográfica da língua portuguesa e em todo o mundo", refere o preâmbulo do regulamento.

O grupo LeYa foi apresentado em Janeiro passado, no Estoril, como empresa holding na qual se integram as editoras ASA, Caderno, Caminho, Dom Quixote, Gailivro, Livros d'Hoje, Lua de Papel, Ndjira, Novagaia, Nzila, Oceanos e Texto.

Terça-feira, foi formalizada a aquisição do grupo Oficina do Livro.

NL.

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade