30 de Maio de 2008, 06:15

Indústria: Fábrica da Swedwood Portugal é "mais-valia" para indústria da madeira - Manuel Pinho

A primeira das três fábricas da Swedwood Portugal, grupo industrial sueco IKEA, é inaugurada um ano após a cerimónia que assinalou o início das obras.

Em declarações telefónicas à Agência Lusa, horas antes da inauguração, o ministro da Economia elogiou o "projecto muito bom, que a Espanha também desejava mas que Portugal teve mais argumentos".

Manuel Pinho realçou a "mais-valia" da unidade para um "sector importante da economia, como é o da madeira", destacando que a fábrica vai "gerar 500 postos de trabalho directos" e "dinamizar a indústria da região", nomeadamente em termos de formação e "design".

A produzir mobiliário de madeira em 45 unidades fabris, localizadas em 12 países, a Swedwood chega a Paços de Ferreira, onde está a construir o maior centro de produção do grupo, em termos de tamanho, capacidade e número de trabalhadores.

No total, as três unidades fabris de produtos de madeira e derivados representam um investimento de 135 milhões de euros, que se inserem no investimento total de 660 milhões de euros do grupo Ikea em Portugal, responsável por 2.425 empregos directos.

Noventa por cento da produção destas fábricas será exportada para as lojas da Europa e dos Estados Unidos.

A matéria-prima será em 60 por cento proveniente de Portugal, tanto madeira como derivados de madeira.

Considerado PIN (projecto de potencial interesse nacional) pela Agência Portuguesa para o Investimento, o projecto da Swedwood Portugal inclui uma área total de cerca de 220 mil metros quadrados e uma produção anual prevista de 200 milhões de euros, valor que em 2015 pode atingir 1.031 milhões de euros, segundo o diploma.

Na inauguração, deverá estar presente, além do primeiro-ministro, ministro da Economia e outros membros do Governo, a embaixatriz da Suécia.

ER/PM.

Lusa/Fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade