Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

25 de Janeiro de 2008, 17:28

Torres Vedras:Câmara planeia deslocalizar aeródromo para potenciar turismo da região

O actual aeródromo municipal, localizado na estância balnear de Santa Cruz, "não tem possibilidades de expansão" e, nesse sentido, "propus à equipa que está a elaborar o plano estratégico para o Oeste a deslocalização do aeródromo de Santa Cruz", disse hoje à Lusa o presidente da Câmara, Carlos Miguel (PS).

A ideia foi considerada de "elevado potencial para a região porque com a localização junto às vias de comunicação - A8 (Lisboa/Leiria) e ao futuro IC11 (Torres Vedras/Peniche)- o aeródromo pode vir a ter um serviço mais regional que local", explicou o autarca.

Para Carlos Miguel, a infra-estrutura permitiria "servir a região de Lisboa, o aeroporto de Benavente e o Norte do Oeste (Nazaré, Caldas, Óbidos e Alcobaça)".

A localização exacta do novo aeródromo está ainda dependente da definição do traçado do IC11, uma das obras que constará no plano de investimentos do Governo a realizar na região como forma de compensação pelo abandono da construção do aeroporto na Ota, Alenquer.

"Seria construído numa posição muito equidistante da capital e do Norte do Oeste e que responderia de forma directa ao turismo e aos resorts que se estão a construir", sublinhou Carlos Miguel.

O novo aeródromo deverá situar-se a Norte de A-dos-Cunhados e a poente da freguesia de Campelos onde existem terrenos planos e pouco povoados.

Nos terrenos de Santa Cruz onde desde 1931 funciona o aeródromo, e que ficarão disponíveis, Carlos Miguel disse que se destinam a equipamentos e que terão que ser alvo de um plano de pormenor e de discussão pública.

ZO

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade