Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

25 de Setembro de 2008, 16:16

Évora: Fábrica LEE encerra no final do ano, despedimento de 100 trabalhadores - sindicato

António Marques, dirigente da Federação dos Sindicatos Têxteis, explicou que os operários já foram informados da intenção de encerramento da fábrica, que deverá ocorrer em Dezembro, na sequência de um pré-aviso de despedimento colectivo de 90 dias.

"A empresa continua a laborar até final de Setembro, mas os contratos só caducam em Dezembro, porque têm de dar um pré-aviso de 90 dias", disse António Marques, também dirigente do Sindicato dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios e Vestuário do Sul.

A fábrica LEE está instalada em dois edifícios no Parque Industrial de Évora há cerca de 25 anos, tendo chegado a empregar mais de 300 trabalhadores.

"Nos últimos anos tem vindo a reduzir postos de trabalho, tendo actualmente cerca de 100 operários, a maioria mulheres", explicou o sindicalista.

Segundo António Marques, os responsáveis da unidade fabril garantiram que vão assegurar os salários até Dezembro, assim como as indemnizações aos trabalhadores.

"As multinacionais do sector têxtil estão a deslocalizar a produção para o Oriente, onde a mão-de-obra é mais barata", disse, criticando a postura "silenciosa" do governo com a "saída" das multinacionais de Portugal.

A agência Lusa procurou hoje à tarde contactar os responsáveis da fábrica de Évora, mas as diversas tentativas resultaram infrutíferas.

MLM.

Lusa/Fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade