Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

08 de Abril de 2008, 16:04

Actor britânico John Cleese, dos "Monty Python", oferece-se para escrever discursos de Barack Obama

O comediante britânico, que actualmente vive na Califórnia, disse numa entrevista ao Western Daily Press hoje publicada que o seu estilo humorístico, posto ao serviço do senador democrata, poderá ter um papel-chave na conquista da Casa Branca.

"Tenho de voltar à Europa em Novembro mas arrisco-me a ficar ocupado se Barack Obama aceitar a minha proposta de ser o redactor dos seus discursos", indicou Cleese, 68 anos, na entrevista àquele jornal regional do oeste de Inglaterra.

O actor referiu ter-se fixado na Califórnia por "razões de saúde". "Tinha - precisou - terríveis infecções pulmonares quando passava o inverno na Grã-Bretanha".

Cleese já anteriormente fez incursões no domínio da política, designadamente em 1987 quando participou num vídeo de apoio ao terceiro partido britânico, o SDP-Aliança Liberal, formação do centro-esquerda que se transformou depois no Partido liberal democrata.

Foi durante os seus estudos em Cambridge que John Cleese descobriu a sua vocação: começou a escrever "sketches" para a BBC em 1963 e estreou-se em palco na comédia musical "Half a Sixpence".

Com o passar dos anos, o seu estilo de humor absurdo tornou-se a sua "imagem de marca". Em 1969, criou os "Monty Python", que começou por se mostrar na televisão e passou depois para o cinema.

O seu maior êxito no cinema continua a ser "Um peixe chamado Wanda", uma comédia que escreveu, produziu e de que foi um dos principais intérpretes.

RMM.

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade