Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

22 de Agosto de 2008, 14:01

Acidentes: Uma das vítimas de colisão perto de Estremoz faleceu - INEM

Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), o homem, de 66 anos, condutor do ligeiro de mercadorias e que se "encontrava encarcerado", entrou em "paragem cardio-respiratória" durante o socorro.

Apesar das manobras de reanimação, a vítima veio a falecer ainda antes de ser evacuada de helicóptero, acrescentou a mesma fonte à Agência Lusa.

O outro ferido, também ocupante do ligeiro de mercadorias, está classificado como "politraumatizado", tendo sido transferido para o Hospital do Espírito Santo, de Évora.

Fonte hospitalar disse à Agência Lusa que o homem, de 71 anos, deu entrada na unidade e está classificado como "politraumatizado não grave".

A vítima mortal residia na aldeia de Sande e o ferido grave é de Arcos, ambas localidades do concelho de Estremoz, revelou a Brigada de Trânsito da GNR.

Já os aos passageiros do autocarro não sofreram ferimentos, confirmou a Agência Lusa junto das autoridades de socorro e policiais.

O autocarro, da empresa Boa Viagem, sedeada em Alenquer, transportava 59 pessoas, todas adultas, dos quais 57 passageiros estrangeiros, de várias nacionalidades, e o motorista e a guia turística, ambos portugueses.

Os passageiros, de nacionalidade brasileira (34), espanhola (sete), argentina (seis), venezuelana (cinco), uruguaia (três) e chilena (dois), já foram transferidos para Estremoz, para almoçar, disse a guia turística, Raquel Amaro.

Segundo a mesma fonte, a empresa Boa Viagem já enviou novo autocarro para o local, para prosseguir a viagem turística que os passageiros estão a efectuar por Portugal.

A viagem, que partiu quarta-feira de Lisboa, disse, é organizada por uma empresa espanhola, a Europamundo Vacaciones, e o roteiro de hoje tinha partido de Évora, com passagem por Vila Viçosa, seguindo, na altura da colisão, para Marvão.

A BT de Estremoz da GNR explicou que a colisão lateral aconteceu quando a viatura ligeira de mercadorias, encostada à berma da EN-4, perto do cruzamento para Arcos, tentou voltar à estrada, sem se aperceber da proximidade do autocarro, que já não se conseguiu desviar.

O acidente aconteceu por volta das 10:40, na ligação entre Estremoz e Borba, tendo mobilizado para o local duas ambulâncias dos bombeiros, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Estremoz e um helicóptero do INEM e uma viatura de desencarceramento.

O trânsito está condicionado nesse troço da estrada, com a circulação automóvel a processar-se de forma alternada, enquanto as viaturas acidentadas não são rebocadas.

TCA/RRL.

Lusa/Fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade