Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

25 de Setembro de 2008, 02:42

Crise financeira: «Toda a nossa economia está em risco» - George W. Bush

"Toda a nossa economia está em risco", disse o Presidente dos EUA, considerando que "o mercado não está a funcionar correctamente".

O discurso de George Bush surge num momento em que as sondagens colocam o candidato democrata, Barack Obama, nove pontos percentuais acima do seu rival republicano, John McCain.

McCain anunciara que, face à dificuldade em encontrar um consenso no Congresso dos EUA para o plano de George Bush para resolver a crise - o qual envolve uma injecção de 700 mil milhões de dólares (473 mil milhões de euros) no mercado monetário - iria suspender esta quinta-feira campanha eleitoral, convidando Obama a fazer o mesmo.

Ao mesmo tempo, McCain solicitou publicamente a Bush que convocasse os líderes partidários do Congresso e os dois principais candidatos presidenciais para uma reunião de emergência na Casa Branca.

Em evidente sintonia com o candidato republicano, George Bush convocou a reunião e apelou a um consenso bipartidário para a aprovação do plano de recuperação, procurando comprometer os democratas com a solução e, assim, evitar a responsabilização exclusiva dos republicanos pela crise.

McCain solicitou também a Obama que adiasse o primeiro confronto televisivo entre os dois, marcado para a noite de sexta-feira, mas o candidato democrata recusou.

OM.

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade