Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

28 de Maio de 2007, 06:45

Portugal/Rússia: Sócrates assiste hoje à apresentação dos novos helicópteros para combate a incêndios

Moscovo, 28 Mai (Lusa) - O primeiro-ministro, José Sócrates, assiste hoje, em Moscovo, à apresentação dos novos helicópteros pesados Kamov-32, de fabrico russo, que farão parte do contingente de 40 meios aéreos disponíveis para o combate a incêndios florestais.

No segundo dia de visita oficial à Rússia, José Sócrates estará acompanhado na sessão de apresentação dos novos helicópteros pelo recém-empossado ministro da Administração Interna, Rui Pereira.

Dos seis helicópteros Kamov-32, os primeiros dois chegam a Portugal no início de Junho, sendo os restantes quatro entregues entre Julho e Agosto.

No total, para o combate a incêndios florestais, o Estado Português adquiriu seis helicópteros pesados russos e quatro ligeiros de fabrico europeu, Ecureuil AS350 - um investimento que ascendeu a 105 milhões de euros.

Os seis helicópteros pesados Kamov 32 têm capacidade de transporte de 13 passageiros mais dois pilotos, uma velocidade de cruzeiro de 230 quilómetros/hora, tempo útil de operação igualmente de hora e meia e capacidade de transporte de água em balde de 5.000 litros.

No local de demonstração dos helicópteros, as autoridades russas fizeram também estacionar o avião pesado Beriev, pertencente a um dos dois consórcios que disputam um concurso internacional aberto pelo Estado Português.

O concurso para aluguer de dois aviões pesados de combate a incêndios florestais foi adiado no dia 11 deste mês para a próxima sexta-feira, devido a uma segunda reclamação da Aeronorte, uma das duas empresas concorrentes.

Ao concurso internacional para fornecimento de dois aviões pesados anfíbios, com capacidade para pousar e abastecer na água, concorreram as empresas Aeronorte - Transportes Aéreos SA, e a Joint Stock Company Beriev Aircarft Company (JSCBAC).

A JSCBAC concorre com o aparelho russo Beriev BE 200, avião com dois reactores e com capacidade para descarregar mais de 12.000 litros de água de cada vez.

Antes de se encontrar ao fim da manhã com o presidente da Duma (Parlamento) russa, Boris Gryzlov, o chefe do Governo português deposita uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido, no jardim Alexandrovsky, em Moscovo.

Ao almoço, José Sócrates tem uma reunião com decisores económicos russos na Embaixada de Portugal na capital russa e encontra-se com o seu homólogo, Mikhail Fradkov, na Casa Branca.

Antes do concerto da fadista portuguesa Mariza, o primeiro-ministro inaugura uma mostra tecnológica de produtos nacionais.

PMF.

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade