Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

07 de Maio de 2008, 15:36

Medicina Molecular: Investigador português ganha bolsa de excelência europeia para estudar cicatrização

Esta é a segunda vez que um projecto português é financiado este ano pelo European Research Council, depois de Henrique Veiga Fernandes, também investigador do mesmo instituto da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, ter ganho em Fevereiro outra "Starting Grant" de 1.8 milhões de euros.

Em declarações à Lusa, António Jacinto, disse que o seu projecto será desenvolvido durante cinco anos e envolverá o estudo dos mecanismos celulares e moleculares da cicatrização das feridas e da regeneração de tecidos.

"Estudaremos esses mecanismos em modelos animais, essencialmente na drosophila, ou mosca-da-fruta, e no peixe-zebra", disse o cientista ao descrever o projecto "Epithelial Resealing", que arrancará a partir de meados do ano no IMM.

"Trata-se de aprofundar o conhecimento da biologia das células e perceber bem o processo de cicatrização a nível celular", acrescentou, referindo entre possíveis aplicações médicas a recuperação pós-cirúrgica ou o tratamento de úlceras.

O investigador salientou à Lusa a importância da bolsa, que se destina a estimular jovens cientistas de topo a desenvolver as suas carreiras, por ser a primeira vez que é atribuída a nível europeu e por ter sido concedida apenas a 3 por cento das 9.000 candidaturas apresentadas.

António Jacinto, 41 nos, licenciou-se em Bioquímica pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e doutorou-se em 1999 pela University of London, ao abrigo do programa de doutoramento em Biomedicina da Fundação Calouste Gulbenkian.

Foi depois de um pós-doutoramento no University College, durante o qual começou a desenvolver este projecto, que regressou a Portugal para fundar o seu próprio grupo de investigação no Instituto Gulbenkian de Ciência.

Está desde 2004 no IMM, onde lidera uma equipa de 14 pessoas que se dedicada ao estudo dos mecanismos celulares e moleculares envolvidos na morfogénese e regeneração de tecidos biológicos.

As "Starting Grants" são as primeiras distinções de excelência atribuídas pelo ERC, uma entidade criada recentemente no âmbito do 7º Programa Quadro Europeu para a Investigação.

A bolsa idêntica concedida em Fevereiro a Henrique Veiga Fernandes premiou um projecto, também de cinco anos, para estudar o papel do proto-oncogene RET no desenvolvimento e função dos linfócitos, segundo fonte do IMM.

O projecto ajudará a esclarecer os mecanismos envolvidos no desenvolvimento e funções do sistema imunitário, tendo em vista uma melhor compreensão de doenças do sistema imunitário.

CM

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade