Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

16 de Janeiro de 2008, 12:39

Moeda única: Deputado francês lança campanha para nota de um euro

Louis Giscard d'Estaing, deputado do partido no poder UMP (direita) e filho do ex-presidente da República Giscard d'Estaing, defendeu a proposta num encontro com a imprensa, argumentando que a circulação de uma nota de um euro permitiria aos europeus ter "uma justa percepção do valor da sua moeda, quando a paridade do euro faz da moeda europeia uma divisa forte".

A circulação de uma nota de um euro teria "consequências práticas e simbólicas" para o cidadão europeu, sustentou.

"O interesse da nota de um euro, é antes de mais nada, de passar a ter o equivalente da nota de um dólar, quer dizer um meio de transacção para pequenos montantes utilizáveis no mundo inteiro, por que as moedas nunca são trocadas", explicou o deputado que é também presidente da câmara de Chamalières (centro da França), cidade onde são impressas as notas na França.

O Tratado da União Europeia estipula que só o Banco Central Europeu (BCE), presidido pelo francês Jean-Claude Trichet, está "habilitado a autorizar a emissão de notas". Sete notas estão actualmente em circulação, de 5, 10, 20, 50, 10, 200 e 500 euros.

MRO.

Lusa/fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade