Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

20 de Julho de 2008, 12:00

Incêndio no Chiado - 20 anos

Chiado. Começou, segundo testemunhas, numa das lojas dos Armazéns Grandella. Rapidamente as chamas se alastraram para os edifícios vizinhos, provocando em poucas horas estragos inumeráveis e uma tragédia que abalou Lisboa.

A acção dos bombeiros foi dificultada pela impossibilidade de avançar com as viaturas pela Rua do Carmo mas também pelas sucessivas explosões provocadas pelos materiais que se encontravam nas lojas. O fogo acabou por se estender tanto à Rua Garrett como à Rua Nova do Almada.

Várias corporações de Bombeiross estiveram envolvidas, tendo sido fundamental a presença dos auto-tanques do aeroporto de Lisboa para que o fogo fosse extinto. Um bombeiro acabou por falecer durante o combate ao incêndio.

Com o incêndio do Chiado terminou uma era para esta zona da capital portuguesa. 18 edifícios ficaram. Lojas, cafés e empresas centenárias chegaram ao fim, colocando muitos trabalhadores no desemprego. Dezenas de pessoas ficaram desalojadas. Apesar de distante da vivacidade cultural do Chiado de Eça de Queiroz e dos Vencidos da Vida, o Chiado continuava, na época, ter os seus visitantes fiéis. Aqueles que marcavam presença na Pastelaria Ferrari ou que procuravam o Chiado pelas suas lojas históricas como a Casa Batalha ou os Estabelecimentos Jerónimo Martins. Depois das chamas restaram os escombros de edifícios e também de uma outra época.

Memórias do Chiado e o Chiado ideal

 

Hoje, depois de 20 anos e um Plano de Reconstrução desenvolvido pelo arquitecto Siza Vieira, o Chiado está de regresso com nova vitalidade. É um ponto de encontro para pessoas de várias idades, um local onde se concentram lojas de relevo internacional e a zona mais cara do país para habitar. Muitos dizem que o incêndio acabou por ser positivo para revitalizar esta zona, outros tantos criticam a demora na recuperação do Chiado.

O Chiado: Passado e Presente

 Imagens do Chiado antes do Incêndio: Arquivo Fotográfico Municipal

O incêndio

Mais sobre o Chiado.

Roteiros Culturais no Chiado.

Reportagem: Frederico Batista e Inês Gens Mendes

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade