Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

26 de Maio de 2009, 19:11

"A passagem de Dias Loureiro na SLN acabou como começou. A criar problemas"

Oliveira e Costa, acusou Dias Loureiro de pretender ser presidente do grupo SLN e que se terá apresentado com esta condição em algumas situações. De acordo com Oliveira e Costa, chegou mesmo a chamar a atenção de Dias Loureiro para esta confusão de cargos mas que este se justificou com "confusão dos jornalistas" que o citavam como administrador também do BPN.

Oliveira e Costa já pediu dois intervalos e continua a fazer a sua declaração inicial, começando, nesta terceira parte a falar das imparidades.

Até ao momento Oliveira e Costa apenas fez uma passagem pelos factos que considera serem os verdadeiros e mantém a acusação ao grupo dos dez e a Joaquim Coimbra de ter inviabilizado a venda do Grupo SLN.

As acusações de Oliveira e Costa caem também sobre Miguel Cadilhe. 
Antes de Cadilhe ter tomado posse, Oliveira e Costa diz que lhe ligou a solicitar uma reunião mas Cadilhe recusou. "Tenho pena que não me queiras ter ouvido, um dia arrepender-te-ás", disse Oliveira e Costa a Cadilhe.

Oliveira e Costa fez referência às propostas de compra do grupo que na altura da sua gestão "ainda possuia património".

"O grupo tinha problemas, mas tem património que igualava as insuficiências", referiu Oliveira Costa durante a primeira parte da sua declaração na Comissão de inquérito ao caso BPN.

O ex-presidente do banco referiu ainda que as propostas de investidores árabes para comprar o grupo nunca se concretizaram, mas trataram-se "de três hipóteses de venda".

Houve a proposta a uma familia real da árabia saudita, ao grupo Carlyle e a "capitalistas árabes", que foram os três potenciais compradores do grupo. Oliveira e Costa disse ainda ter sido alvo de uma vingança por parte de Joaquim Coimbra que, afirma, o deixou "a cozinhar em banho maria com o calor das notícias dos jornais escolhidos".

Paulo M. Guerrinha

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade