Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

27 de Março de 2011, 10:18

Transplantes pulmonares custam o dobro quando feitos em Espanha a doentes portugueses

Fonte do Departamento de Qualidade na Saúde da Direção-geral da Saúde (DGS) revelou à agência Lusa que entre 2006 e 2010 foram transplantados em Espanha 21 doentes, dos quais cinco faleceram após a intervenção.

Trata-se de doentes portugueses que precisam de um transplante de pulmão, mas que não conseguem obter resposta no SNS.

Em Portugal, apenas o Hospital de Santa Marta, em Lisboa, realiza transplantes pulmonares: 10 em 2010.

Mas a falta de meios, nomeadamente de pessoal altamente especializado, como o que é necessário para este serviço, inviabiliza algumas intervenções e os doentes, também por isso, são encaminhados para Espanha, com quem Portugal tem um acordo nesta área.

A transferência de doentes custa, no entanto, muito mais ao SNS.

Segundo José Fragata, diretor do serviço de cirurgia cardiotorácica do Hospital de Santa Marta, um transplante pulmonar custa cerca de 50 mil euros. Esse valor aumenta para mais do dobro quando é realizado em Espanha: 120 mil euros.

Em 2009, o Estado português gastou 850 mil euros nestas transferências, segundo dados oficiais.

@Lusa

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade