Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

20 de Dezembro de 2009, 15:46

Neve e frio paralisam a Europa em vésperas do Natal

A temperatura atingiu os 33,6ºC negativos, na madrugada de sábado, na Baviera (sul da Alemanha). Na Polónia, 15 pessoas morreram no sábado. Em França, onde a madrugada deste domingo foi uma das mais frias do ano, com -24ºC a leste do país, um desempregado de 36 anos foi encontrado morto na sua caravana perto de Arras (norte), assim como um sem-abrigo polaco em Marselha (sul).

Dois homens, de 19 e 43 anos, foram encontrados mortos no sudeste da Áustria. Na Alemanha, o corpo de um sem-abrigo de 46 anos foi descoberto em Mannheim, no sudoeste do país.

A circulação dos comboios Eurostar entre Londres e Paris, bloqueada desde a noite de sexta-feira e que obrigou 2.000 pessoas a passar a noite no túnel da Mancha, continua paralisada este domingo.

"Ainda é cedo para dizer se os comboios voltarão a funcionar amanhã (segunda-feira)", declarou uma porta-voz da empresa. Segundo a Eurostar, 24.000 pessoas estão actualmente retidas dos dois lados do Canal da Mancha.

Outros comboios de alta velocidade (TGV, sigla em francês) de França circulavam a 220 km/h na manhã deste domingo, em vez de atingirem os mais de 300 km/h habituais. O tráfego ferroviário continuava muito perturbado no norte da França, na Bélgica, na Holanda e na Áustria.

Os aeroportos de Bruxelas, Charleroi e Liège, na Bélgica, pararam de funcionar por causa da neve.

O tráfego no aeroporto de Dusseldorf, terceiro mais importante da Alemanha, foi encerrado hoje devido a fortes nevões, informaram as autoridades aeroportuárias.

No Reino Unido, a operadora BAA alertou para o risco de atrasos e cancelamentos em Heathrow, o maior aeroporto do país. O aeroporto de Manchester (norte da Inglaterra), anunciou o seu encerramento no fim da manhã.

Em Paris, no aeroporto internacional de Roissy-Charles-de-Gaulle, 40% dos vôos previstos da parte da manhã deste domingo foram cancelados preventivamente no sábado, assim como 20% dos vôos previstos para a tarde.

O frio e a neve também atingiram o sul da Europa. Várias regiões do norte e do centro de Portugal estão em estado de alerta e o tráfego aéreo continuava muito perturbado no aeroporto internacional de Madeira.

AFP/SAPO

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade