Página gerada às 13:44h, sexta-feira 15 de março

Magazine

O mundo para além das notícias, todas as quartas-feira

Nota da redacção SAPO: a secção Magazine foi descontinuada

Primavera indiana a cores

Na Índia é hoje o grande dia do festival Holi - também conhecido como Festival das Cores, que assinala o início da Primavera. O Holi (palavra que significa "queimar") é um festival religioso hindu de origens antigas que celebra o triunfo do bem sobre o mal, e que é conhecido pelo colorido das suas tradições - nomeadamente, pelos pós coloridos que as pessoas atiram umas às outras.

Veja a galeria de imagens do Festival Holi

Segundo uma das lendas que explicam a origem dos festejos, o rei dos demónios Hiranyakashyap exigia ser adorado por todos, mas, para seu desgosto, o seu próprio filho Prahlad era um devoto de Naarayana (Vishnu). O rei ordenou então à irmã, Holika, que entrasse dentro de uma fogueira levando Prahlad ao colo, já que Holika tinha um xaile que a tornava imune às chamas. No entanto, ela não sabia que este dom só funcionava se estivesse sozinha. Acaba por ser queimada, e Prahlad salva-se por intervenção do deus Vishnu. Há também uma lenda de Krishnagopi (guardadoras de vacas).

O festival é celebrado com diferentes tradições nas várias regiões da Índia e do Nepal. No dia principal (o dia de lua cheia do mês Phalugna, geralmente em fins de Fevereiro ou inícios de Março - em 2009, a 11 de Março), as pessoas saem à rua e percorrem os bairros onde vivem atirando pós e água colorida umas à outras; a crença é de que a combinação destas cores (verde, vermelho, azul, amarelo) afasta as tristezas e desgostos, tornando a vida mais alegre e colorida. Na véspera é acendida uma grande fogueira, na qual se queima simbolicamente Holika. O festival, para além do seu significado religioso, é um momento de confraternização e de troca de votos entre a população.

Imagem:
EPA/ANINDITO MUKHERJEE

Saber mais
Site sobre o Festival Holi da Society for the Confluence of Festivals in India
Vídeo: comemorações do Holi nas ruas da Índia
associada à brincadeira das cores: o próprio deus a teria começado, ao aplicar tintas na sua amada Radha e nas suas devotas, as

11 de março de 2009


Comentários

Critério de publicação de comentários