Página gerada às 13:28h, sexta-feira 15 de março

Magazine

O mundo para além das notícias, todas as quartas-feira

Nota da redacção SAPO: a secção Magazine foi descontinuada

Uma biblioteca sobre quatro patas

A Rainha Helena é a líder dos burros bibliotecários de Awassa, na Etiópia. Foi ela quem, já no final de 2005, encabeçou o cortejo inaugural desta iniciativa da Ethiopia Reads, saudado efusivamente pela população local. A Ethiopia Reads foi criada por Yohannes Gebregeorgis, um etíope residente nos EUA, com o objectivo de promover o desenvolvimento da Etiópia através da leitura.

Acreditando, pela sua própria experiência pessoal, que os livros e o conhecimento podem dar esperança e mudar vidas, Yohannes e os seus colaboradores criaram a primeira biblioteca pública infantil da Etiópia em 2003, na capital, Adis Abeba. A Biblioteca Móvel de Burro surgiu mais tarde, para servir as crianças das zonas rurais perto de Awassa, a capital agrícola do país.

Os burros são um dos animais mais importantes na vida da população etíope, como meio de transporte, embora nem sempre sejam tratados cuidadosamente. Associados a um projecto destes, querido pelas populações, são também dignificados e acarinhados. Com os seus enfeites vistosos, a Rainha Helena e os ajudantes puxam pequenas carroças onde estão expostos os livros - muitos deles editados também por iniciativa da Ethiopia Reads, quer em inglês, quer nas línguas faladas no país e com ambientes e histórias locais.

Estas bibliotecas são, para muitas das crianças, a única forma que têm de praticar a leitura fora dos livros de escola. Outros países africanos têm sistemas de bibliotecas itinerantes similares.

Imagem:
Biblioteca Móvel de Burro (imagem do site da Ethiopia Reads)

Saber mais:
Site oficial da Ethiopia Reads
Como ajudar a Ethiopia Reads
Vídeo CNN: Yohannes e a Biblioteca Móvel de Burro
Perfil de Yohannes Gebregeorgis (em inglês)
Blog da Ethiopia Reads (em inglês)
Galeria de imagens da BBC: biblioteca móvel de camelo no Quénia

14 de janeiro de 2009


Comentários

Critério de publicação de comentários