Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

28 de Março de 2012, 09:45

Governo

Já há 1500 desempregados encaminhados para programas de formação

"A nova abordagem do Governo é assegurar que os desempregados adquiram novas competências", disse Pedro Martins em entrevista à agência Lusa acrescentando que está a ser feita uma "cuidada seleção" de desempregados para serem integrados em unidades de formação para melhorarem as condições de regresso à vida ativa.

"São cerca de 1.500 os desempregados que já estão em processo de encaminhamento para programas de vida ativa", disse o governante referindo que as unidade de formação estão relacionadas com empreendedorismo, tecnologias de informação, para quem tem mais habilitações, e numeracia e literacia, para quem tem menos habilitações.

O sec. de Estado explicou à Lusa que o objetivo destes programas é fornecer aos desempregados competências de caráter transversal que os possam ajudar a voltar mais facilmente ao mercado de trabalho, num processo em que os parceiros sociais e as associações patronais têm sido consultadas.

"Estamos em permanente contato com os parceiros sociais e com as associações patronais no sentido de assegurar que estas coloquem maior percentagem de ofertas de emprego nos centro de emprego e aproveitem o esforço que está a ser feito para melhorar a formação profissional dos desempregados", acrescentou.

O Governo anunciou a 23 de fevereiro o Programa de Relançamento do Serviço Público de Emprego, que prevê, nomeadamente, a criação de gestores de carreira para acompanharem os desempregados e a colocação quase imediata dos novos desempregados em ações de formação de curta ou média duração, nos 28 centros de formação direta do IEFP, e a reesturação dos centros de emprego.

Segundo Pedro Martins, a reestruturação dos centros de emprego será definida na Lei Orgânica do IEFP, que deverá ser aprovada dentro de um ou dois meses.

O Governo quer aumentar em 50 por cento o número de colocações de trabalhadores

desempregados até 2013, ou seja dar trabalho a mais 3000 pessoas por mês.

SAPO

Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade

publicidade