Isto é uma página de arquivo

Todas as notícias do dia estão agora disponíveis na página principal do portal SAPO

26 de Fevereiro de 2008, 16:50

Imobiliário: Empresário e Casa de Saúde de Guimarães investem mais de 20 ME em três hotéis de luxo para idosos

Em declarações à agência Lusa à margem da apresentação, hoje, do Camélia, Hotel Sénior & Homes, em Covas, Guimarães, Jorge Areias explicou tratar-se de um "novo conceito de acomodação para pessoas com mais de 65 anos de idade" que se pretende venha a ser alargado a vários pontos do país, dois dos quais já este ano.

Isto porque, salientam os promotores, "dentro de poucos anos Portugal será um dos países da União Europeia com maior percentagem de idosos (32 por cento de pessoas com mais de 65 anos) e menor percentagem de população activa".

Do conceito subjacente ao projecto os promotores destacam o facto de promover um "envelhecimento activo" e "rejeitar em absoluto o rótulo da institucionalização".

"É preciso retirar a imagem negativa que se tem dos lares de 3ª idade e dar qualidade de excelência ao local onde as pessoas optam por viver a partir dos 65 anos", afirmou Jorge Areias.

De acordo com o empresário, o projecto de Guimarães ficará concluído em Março de 2009, enquanto os outros dois, cuja localização só será anunciada após aprovação das respectivas autarquias, ficarão prontos até final de 2009 e no primeiro trimestre de 2010.

Orçado em sete milhões de euros, o Camélia, Hotel Sénior & Homes beneficiará de sinergias, a nível médico, com o futuro Hospital Privado de Guimarães e está já em construção numa quinta da família de Jorge Areias.

O objectivo é que a infra-estrutura venha a tornar-se "uma referência, quer no domínio assistencial e hoteleiro, quer no domínio da arquitectura".

"O Camélia, Hotel Sénior & Homes proporcionará aos seus hóspedes uma solução habitacional que privilegia a independência e os mais elevados padrões de qualidade, incluindo no domínio da saúde", assegurou à Lusa Jorge Areias, que também é administrador da Casa de Saúde de Guimarães.

Situado a cerca de 10 minutos do Centro Histórico de Guimarães, o Camélia, Hotel Sénior & Homes disporá de 50 suites individuais e 12 duplas, com capacidade para um total de 74 pessoas, assumindo-se como "um hotel fundamentalmente para residência permanente".

A histórica casa da quinta onde está a ser construído, que será mantida, assegurará, entre outras serventias, a acomodação de familiares e amigos em visita aos residentes.

Segundo Jorge Areias, pretende-se que os quartos dos residentes sejam decorados com mobília dos próprios, "para que se sintam em casa", sendo-lhes assegurada "alimentação saudável, serviços de beleza, salas de convívio e de festas, de leitura e de jogos, piscina interior e oratório".

Disporão ainda de serviços de transporte e infra-estruturas de telecomunicações para conciliar a privacidade da habitação própria e a segurança e conforto conferidos pelo apoio de uma estrutura profissional permanente.

Com uma área de 6.200 metros quadrados, o edifício do Camélia, Hotel & Sénior Homes foi projectado pelos arquitectos Ricardo Bastos Areias e Maria Luís Neiva, da NAAA Arquitectos Associados e será "o primeiro em Portugal inteiramente construído em cobre e vidro".

As duas outras unidades a arrancar até final do ano serão, segundo Jorge Areias, também construídas "visando sinergias estratégicas com unidades de saúde" locais.

PD.

Lusa/Fim

Agência Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

publicidade

publicidade